Covid-19

Perda de olfato e paladar pode durar até cinco meses

Perda de olfato e paladar pode durar até cinco meses

A perda dos sentidos do olfato e do paladar pode durar até cinco meses depois da infeção por covid-19, segundo um estudo preliminar cujos resultados definitivos vão ser apresentados em abril.

Johannes Frasnelli, da Universidade do Quebec em Trois-Rivieres, no Canadá, e um dos autores do estudo, recordou que, ainda que a covid-19 seja uma doença nova, investigações anteriores já haviam constatado que muitas das pessoas contagiadas perdem o olfato e o paladar nas primeiras etapas.

Os resultados do trabalho serão apresentados na reunião anual da Academia Americana de Neurologia, em abril.

Segundo explicou o cientista numa nota de imprensa da Academia Americana de Neurologia, o objetivo deste novo trabalho foi ir mais além e observar quanto tempo persiste essa perda de olfato e paladar, e a sua gravidade.

Para tal, na investigação participaram 813 trabalhadores sanitários que testaram positivo à covid-19. Cada um completou um questionário e realizou, depois, uma prova caseira para avaliar o seu sentido de paladar e de olfato cinco meses depois do diagnóstico.

Os pacientes qualificaram os seus sentidos de paladar e olfato numa escala de zero a 10.

Um total de 580 pessoas perderam o sentido do olfato durante a doença, sendo que, destes, 297 (51%) disseram que ainda não o tinham recuperado cinco meses depois.

PUB

Em média, as pessoas atribuíram um sete ao seu olfato depois da doença.

Já 527 participantes perderam o paladar e, deste grupo, 200 pessoas (38%) asseguraram que ainda não o tinham recuperado cinco meses depois.

"Os nossos resultados demonstram que o olfato e o paladar deteriorado podem persistir", disse Frasnelli.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG