Turquia

Peritos britânicos vão analisar caixa negra de avião russo abatido por turcos

Peritos britânicos vão analisar caixa negra de avião russo abatido por turcos

O presidente russo, Vladimir Putin, convidou "especialistas britânicos" para participarem na análise da caixa negra do caça-bombardeiro russo abatido pela aviação turca sobre a fronteira síria.

A caixa negra do Sukhoi-24 abatido a 24 de novembro por F-16 turcos foi recuperada pelo exército russo e Putin ordenou na terça-feira que ela não seja aberta "a não ser na presença de especialistas estrangeiros".

O pedido de Vladmir Putin terá sido feito numa conversa telefónica com o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

Segundo o Kremlin, Putin e Cameron, que têm "abordagens semelhantes em relação à perigosidade do Estado Islâmico e dos outros grupos terroristas que agem na região", discutiram "o estabelecimento de uma cooperação ao nível das diferentes estruturas governamentais".

Não é precisado se se trata de melhorar a cooperação entre as forças aéreas russa e britânica envolvidas nos ataques na Síria ou entre os serviços de informação dos dois países.

O derrube do avião russo provocou uma grave crise diplomática entre a Turquia e a Rússia. Ancara afirma que o avião entrou no seu espaço aéreo e ignorou vários alertas, enquanto Moscovo desmente e denuncia uma provocação deliberada.

Putin já declarou que uma análise da caixa negra do avião permitirá determinar a trajetória e os parâmetros da posição do bombardeiro quando foi abatido.

Outras Notícias