Mundo

Pilotos do avião acidentado nos EUA disseram para passageiros ficarem nos lugares

Pilotos do avião acidentado nos EUA disseram para passageiros ficarem nos lugares

Os pilotos do avião Boeing 777 da Asiana, que se despenhou em São Francisco, disseram à tripulação para não retirarem os passageiros nos momentos caóticos imediatamente a seguir ao acidente, revelaram quarta-feira dirigentes da segurança aérea dos EUA.

A diretora da agência de Segurança dos Transportes (NTSB, na sigla em inglês), Deborah Hersman, afirmou que a tripulação de cabina pediu instruções ao 'cockpit' depois do acidente de sábado, que causou dois mortos e mais de 180 feridos.

Os pilotos disseram inicialmente às assistentes de bordo para não iniciarem os procedimentos de retirada, afirmou Hersman.

Foi só depois do 'staff' de cabina ter alertado os pilotos que as chamas no exterior do aparelho estavam a aumentar que chegou a ordem para começar a retirada dos passageiros.

"Não sei o que os pilotos estavam a pensar", acrescentou Hersman, que sugeriu que os pilotos na cabina podiam estar numa posição que não lhes permitisse ver o fogo no exterior do aparelho.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG