O Jogo ao Vivo

Ethiopian Airlines

Pilotos suspensos após adormecerem durante voo e falharem aterragem

Pilotos suspensos após adormecerem durante voo e falharem aterragem

A maior companhia aérea da África, a Ethiopian Airlines, suspendeu dois pilotos que falharam a aterragem durante um voo de Cartum para Adis Abeba por terem alegadamente adormecido.

O avião passou a pista do Aeroporto Internacional de Bole, na capital da Etiópia, na segunda-feira, antes de pousar com segurança, de acordo com o site de monitorização de voos "FlightAware".

De acordo com o site independente "The Aviation Herald", os pilotos adormeceram durante o voo e só foram acordados por um alarme acionado quando o modo de piloto automático foi desligado. O avião deu a volta e aterrou 25 minutos depois, segundo os dados do voo.

PUB

Na sexta-feira, a Ethiopian Airlines disse que o voo ET343 perdeu temporariamente a comunicação com o controlo de tráfego aéreo, mas pousou com segurança depois de esta ter sido restaurada.

"A tripulação em questão foi removida da operação enquanto aguarda uma investigação mais aprofundada", disse a companhia aérea, em comunicado. "Ações corretivas apropriadas serão tomadas com base no resultado da investigação".

O voo entre as duas capitais normalmente demora menos de duas horas.

Em março de 2019, um Boeing 737 MAX operado pela Ethiopian Airlines caiu seis minutos após a descolagem num campo a sudeste de Adis Abeba, matando todas as 157 pessoas a bordo. O desastre, cinco meses após um acidente semelhante na Indonésia, desencadeou a suspensão global do avião durante 20 meses antes de regressar ao serviço no final de 2020.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG