Covid-19

Polícia alemã investiga milhares de casos de certificados de vacinação falsos

Polícia alemã investiga milhares de casos de certificados de vacinação falsos

A polícia alemã está a investigar mais de 12 mil casos de suspeitas de falsificação de certificados de vacinação contra a covid-19.

Segundo a agência de notícias DPA, os dados foram obtidos junto das autoridades dos 16 estados federados do país e mostram que mais de 12 mil investigações policiais foram abertas em todo o país e que os casos aumentaram desde dezembro, após a introdução de novas restrições que em grande parte impedem as pessoas não vacinadas de participar na vida pública.

Segundo a lei alemã, quem fornece ou usa certificados falsos pode enfrentar sanções que vão desde multas e penas de prisão suspensas até à perda de emprego.

PUB

Uma das investigações abertas pelos procuradores é de homicídio culposo num caso em que uma mulher terá usado um certificado de vacinação falso para continuar a trabalhar num lar de idosos, apesar de ter familiares coabitantes com covid-19.

O parlamento alemão prevê debater a obrigatoriedade da vacinação, embora fontes do Governo reconheçam que é improvável que a medida venha a ser adotada nos próximos meses.

Quase 73% da população alemã recebeu a vacinação contra a covid-19 e quase 48% tem a dose de reforço.

A Alemanha registou, apesar disso, um novo número recorde de casos confirmados, com 112.323 novas infeções nas últimas 24 horas e 239 mortes relacionadas com a covid-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG