Polícia

Polícia Civil do Rio de Janeiro suspende greve

Polícia Civil do Rio de Janeiro suspende greve

A Polícia Civil do Rio de Janeiro, única das forças de segurança com maior adesão à greve policial convocada na última sexta-feira, anunciou este sábado à noite a suspensão de sua participação no movimento.

O director jurídico do Sindicato da Polícia Civil do Rio, Francisco Chao, informou que esta categoria ainda pretende realizar uma assembleia, na próxima quarta-feira, para avaliar a situação e tomar uma decisão final sobre sua posição, informa a Agência Brasil.

A decisão ocorre após a parca adesão por parte dos Polícias Militares, que hoje realizaram normalmente o policiamento na cidade.

Pela manhã, foi constatada a ausência de 39 nadadores salvadores do Corpo de Bombeiros, mas os faltosos foram substituídos e o serviço foi mantido.

Anunciada na madrugada de sexta-feira, a greve policial no Rio de Janeiro teve pouca adesão, com o governo do estado a reagir de forma rigorosa já no primeiro dia.

Na sexta-feira, 17 polícias militares foram presos, dez acusados de liderarem a paralisação. Outros 129 foram indiciados por crime militar no município de Volta Redonda, no sul do estado.

Este sábado, oito mandados de prisão contra bombeiros foram executados, todos acusados de incitar o movimento grevista.

Na sexta-feira, 123 homens do Corpo de Bombeiros já haviam sido indiciados e presos administrativamente por faltarem ao trabalho.

Outras Notícias