EUA

Polícia de Nova Iorque procura suspeito de tiroteio no metro

Polícia de Nova Iorque procura suspeito de tiroteio no metro

A polícia de Nova Iorque prossegue, esta quarta-feira, as buscas para encontrar o suspeito do tiroteio que ocorreu na terça-feira no metro de Brooklyn e que provocou 23 feridos.

"Tivemos muita sorte de não ter sido muito mais grave", disse o chefe da polícia de Nova Iorque, Keechant Sewell.

O anterior balanço dava conta de 16 feridos, 10 dos quais com ferimentos de bala.

Nenhuma das vítimas corre perigo de vida, de acordo com as autoridades nova-iorquinas.

Até ao momento, não houve qualquer indício de que este ataque possa estar relacionado a um ato de terrorismo.

Na terça-feira, em plena hora de ponta, um homem entrou no metro de Nova Iorque e abriu fogo contra várias pessoas, disparando um total de 33 balas.

Às 8.24 horas locais (13.24 horas em Portugal continental), o suspeito, que usava uma máscara de gás, lançou igualmente "duas latas que deixaram escapar fumo para o interior de uma carruagem de passageiros, quando o metro estava a entrar na estação da rua 36", no sul do Brooklyn, relatou ainda Keechant Sewell.

PUB

O suspeito, que continua em fuga, foi descrito pela polícia como "um homem negro" com cerca de 1,65 de altura, com uma estrutura corporal "pesada", que vestia um "colete verde e laranja", normalmente utilizado na construção civil, e uma camisola cinzenta com capuz.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG