Novo México

Polícia dos EUA encontra restos mortais no local onde resgatou 11 crianças

Polícia dos EUA encontra restos mortais no local onde resgatou 11 crianças

A polícia encontrou os restos mortais de um rapaz no mesmo local onde tinha resgatado 11 crianças, esfomeadas e maltratadas, num deserto do Novo México, nos EUA.

A descoberta dos restos mortais foi confirmada pela polícia do condado de Taos, no Novo México, nos EUA, esta terça-feira, um dia depois de terem resgatado 11 crianças de uma caravana coberta de terra, no deserto, enquanto procuravam por um menino de três anos, que estava desaparecido.

Dois homens foram detidos. Siraj Wahhaj, pai de Abdul-Ghani Wahhaj, o menino de três anos dado como desaparecido e que motivou a intervenção policial, e Lucas Mortons. Ambos enfrentam várias acusações de abuso sexual de menores.

Três mulheres, encontradas no local, foram também detidas, mas entretanto libertadas, enquanto aguardam o desenrolar da investigação.

As crianças tinham entre um e 15 anos e estavam vestidas com trapos e sem calçado. O xerife do condado de Taos, Jerry Hogrefe, contou à ABC News que as crianças estavam "muito assustadas", com muita fome e sede, imundas e eram muito magras.