Escócia

Polícia mata suspeito após ataque com faca em Glasgow

Polícia mata suspeito após ataque com faca em Glasgow

Seis pessoas ficaram feridas, esta sexta-feira à tarde, num hotel no centro de Glasgow, num ataque com faca. O suspeito foi abatido a tiro pela polícia, que tem uma unidade antiterrorismo a monitorizar a situação.

De acordo com a imprensa britânica, o incidente terá ocorrido na escadaria do hotel Park Inn naquela cidade escocesa. A BBC e o jornal de "The Guardian" avançaram que o ataque teria causado três mortos, incluindo o suspeito do ataque que foi morto a tiro pelas autoridades, mas a informação ainda não foi confirmada oficialmente.

Ao "The Guardian", a polícia garante que seis pessoas foram hospitalizadas e que um agente, um dos primeiros a responder ao incidente, se encontra em estado grave, "mas estável".

Apesar destes dados, as informações do local ainda não são claras, com várias testemunhas a relatar terem visto um homem a esfaquear, pelo menos, duas pessoas perto da zona da receção do hotel. Imagens que chegam do local, na West George Street, mostram um forte contingente policial e de serviços de emergência na imediações do edifício.

O caso não foi declarado como um ato terrorista, mas o incidente está a ser seguido com atenção pela unidade antiterrorismo da polícia, segundo revelam os meios comunicação britânicos.

A polícia escocesa alertou que está a lidar com um "sério incidente" no centro de Glasgow e pediu à população para evitar a área.

A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, já referiu que os relatos iniciais são "verdadeiramente terríveis" e que está ainda a receber informações.

Por seu lado, o homólogo britânico, Boris Johnson, afirmou estar "profundamente triste pelo terrível incidente em Glasgow" e que os seus pensamentos estão com "todas as vítimas e respetivos familiares".

Outras Notícias