Apoio

Polícias europeus recolhem fundos para ajudar colegas ucranianos

Polícias europeus recolhem fundos para ajudar colegas ucranianos

Objetivo é comprar material de proteção, medicamentos e alimentos. Agentes ucranianos estão a defender instalações governamentais em condições difíceis.

Sindicatos de polícias de toda a Europa estão a angariar fundos para apoiar elementos das forças policiais ucranianas. Até ao momento, já foram recolhidos cerca de 50 mil euros, montante que será canalizado para a compra de material de proteção, medicamentos e alimentos. De fora do apoio aos polícias ucranianos está material de combate.

Em Portugal, a recolha de fundos está a cargo do Sindicato Independente dos Agentes da Polícia (SIAP), membro fundador da Federação Europeia de Sindicatos de Polícia (EU.Pol), cujo presidente, Carlos Torres, refere que os polícias ucranianos estão a garantir a segurança das instalações governamentais. Estarão, no entanto, a fazê-lo sem as condições mínimas exigidas num contexto de guerra como o que se verifica um pouco por todo o país.

PUB

Perante as dificuldades dos colegas ucranianos, a EU.Pol iniciou com uma recolha de fundos para auxiliar os polícias da Ucrânia. A intenção é comprar capacetes, coletes balísticos e roupas térmicas. Medicamentos e alimentos também integrarão o cabaz de material que será doado. A EU.Pol não irá enviar equipamento de combate. "Já foram angariados cerca de 50 mil euros", avança o presidente do SIAP.

O material comprado chegará à Ucrânia através dos polícias polacos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG