Mundo

Porta-voz de Putin critica Gorbachev por sugerir demissão do primeiro-ministro

Porta-voz de Putin critica Gorbachev por sugerir demissão do primeiro-ministro

O porta-voz do primeiro-ministro da Rússia criticou, este domingo, Mikhail Gorbachev por este ter sugerido no sábado a demissão de Vladimir Putin do cargo de chefe de Governo do país.

"Um ex-líder de um país tão grande, que na realidade ele acabou por dissolver, propõe demitir alguém que salvou do mesmo destino a Rússia", afirmou Dmitri Peskov, numa entrevista a uma televisão estatal.

No sábado, o antigo Presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev, que abandonou o poder há 20 anos, aconselhou Vladimir Putin a abandonar a corrida presidencial, como forma de "conservar o que fez de positivo".

"Vladimir Vladimirovitch [Putin] deve ir-se embora já. Já cumpriu três mandatos: dois como Presidente e um como primeiro-ministro. Ora, três mandatos já chega", declarou o pai das reformas democráticas na URSS em declarações à rádio Eco de Moscovo. "Porque se estão a criar clãs à volta dele", acrescentou.

Gorbachev não vê nada de terrível numa decisão dessas. Ao recordar acontecimentos que se registaram há precisamente 20 anos, sublinhou que ninguém o derrubou do cargo de Presidente da URSS, mas foi o próprio a anunciar a demissão.

"Ele deve fazer o mesmo. Eu faria o mesmo, então ficaria defendido tudo o que de positivo foi feito", concluiu.

Putin, candidato às presidenciais na Rússia de 4 de Março de 2012, criticou na semana passada Gorbachev por ter permitido a desintegração do antigo império soviético, que um dia classificou como "a maior catástrofe geopolítica do século XX".