Coreia do Norte

Portais de notícias da Coreia do Norte apagaram milhares de artigos

Portais de notícias da Coreia do Norte apagaram milhares de artigos

Portais de notícias norte-coreanos apagaram milhares de artigos dos seus arquivos, depois da execução do tio do líder da Coreia do Norte, informou um analista que acompanha as informações divulgados pelos meios de comunicação social de Pyongyang.

Cerca de 35 mil artigos desapareceram do portal da agência noticiosa oficial norte-coreana KCNA, bem como 65 mil artigos em espanhol, inglês, chinês e japonês, de acordo com o analista Frank Feinstein, que acompanha as notícias dos meios de comunicação social norte-coreanos para o portal sul-coreano NK News.

Também cerca de 20 mil artigos foram retirados dos arquivos do Rodong Sinmun, o jornal oficial do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, acrescentou.

Atualmente, as notícias aprovadas pelo Estado norte-coreano mais antigas que integram o arquivo digital da KCNA datam de outubro de 2013.

Não é, para já, claro se as notícias foram retiradas dos arquivos de forma permanente, mas esta situação surge depois da execução, na semana passada, do tio de Kim Jong-un e seu mentor, Jang Song-thaek.

A agência noticiosa sul-coreana Yonhap informou anteriormente de que Jang foi retirado de um documentário transmitido pela televisão norte-coreana.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG