Mundo

Portugal recusa aterragem a avião de Morales por suspeitas sobre Snowden

Portugal recusa aterragem a avião de Morales por suspeitas sobre Snowden

Portugal recusou esta terça-feira a aterragem para reabastecimento do avião do presidente da Bolívia, Evo Morales, por "suspeitas infundadas" de que Edward Snowden, um informático que fugiu dos Estados Unidos, estava a bordo, afirmou o chefe da diplomacia boliviano.

Numa conferência de imprensa, David Choquehuanca, citado pela agência noticiosa Efe, negou que Snowden estivesse a bordo e referiu que o avião de Morales, que regressava de Moscovo, pôde aterrar em Viena.

O ministro afirmou que se cometeu "uma injustiça com suspeitas infundadas".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG