Nepal

Português no Nepal conta como sentiu o sismo

Português no Nepal conta como sentiu o sismo

JN falou com um dos portugueses que sentiu esta terça-feira, pela segunda vez, um sismo no Nepal. Lourenço Macedo Santos estava num hotel no Katmandu quando tudo aconteceu.

"Isto tremeu muito, mas estou bem". Lourenço Macedo Santos é um de vários portugueses que se encontram em Katmandu, no Nepal, que foi esta terça-feira sacudido por um sismo de magnitude 7.3 na escala de Richter. Lourenço falava com o JN via Facebook, explicando não ter saído do hotel onde se encontra. Razão pela qual, diz, não faz "a mínima ideia de como está a cidade". "Mas não prevejo coisa boa. Muitos edifícios já estavam a ruir".

Lourenço estava com o amigo Pedro Queirós no Nepal quando se deu o primeiro terramoto, no dia 25 de abril, e que tirou a vida a mais de oito mil pessoas. Os amigos decidiram ficar e ajudar o povo nepalês. Vão no 14.º dia de missão e, segundo a Associated Press, terão ajudado já mais de 15 mil pessoas.

Outras Notícias