Moçambique

Portuguesa raptada nos arredores de Maputo

Portuguesa raptada nos arredores de Maputo

Uma jovem, de 27 anos, natural de Vagos, foi raptada pouco depois das 8.30 horas desta segunda-feira [hora local], em Matola, nos arredores de Maputo.

Jéssica Pequeno está emigrada em Moçambique, país onde a mãe e o padrasto gerem um restaurante.

A jovem ia ao encontro da ama do filho, que tem em comum com Marco Jesus, quando foi surpreendida pelos raptores, que estariam armados, e "só a levaram a ela".

O caso está a ser acompanhado pelo Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) de Moçambique. A família aguarda, a qualquer momento, um contacto por parte dos raptores.

Ministério acompanha caso

​​​​​​​O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) em Portugal está a acompanhar o caso do rapto de uma portuguesa na cidade da Matola, arredores de Maputo, anunciou fonte oficial.

Segundo fonte oficial do gabinete da secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, o MNE já está a acompanhar a situação.

PUB

O MNE "confirma o rapto de uma cidadã portuguesa" e está "em contacto com a família e com as autoridades policiais locais" através da embaixada e do consulado-geral em Maputo, acrescentou a mesma fonte.

"Estamos em contacto com a família e com as autoridades policiais locais" e "através da embaixada e do consulado-geral em Maputo e dos serviços em Lisboa, procuramos obter todas as informações possíveis, que permitam prestar ajuda à nossa compatriota e à sua família", afirmou a fonte da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

Outras Notícias