Afeganistão

Presidente afegão recebe refugiada que foi capa da "National Geographic"

Presidente afegão recebe refugiada que foi capa da "National Geographic"

O presidente do Afeganistão deu esta quarta-feira as boas vindas a Sharbat Gula, a afegã que foi capa da revista "National Geographic", após ter sido deportada do Paquistão.

A refugiada afegã, que esteve numa prisão paquistanesa por ter documentos falsos, recebeu esta quarta-feira as boas vindas de regresso ao seu país por parte do presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, noticiou a agência AP.

Sharbat Gula foi detida em Peshawar, no Paquistão, a 26 de outubro por ter obtido documentos de identificação paquistaneses para si e dois alegados filhos, depois de subornar três funcionários. A lei paquistanesa prevê uma pena de até 14 anos de prisão para este crime.

Na chegada a Cabul, Gula foi recebida por Ashraf Ghani e a sua mulher, Rula, que organizaram uma cerimónia de receção para a refugiada afegã que ganhou fama após ter sido fotografada por Steve McCurry em 1984.

Na cerimónia que ocorreu no palácio presidencial, Ashraf Ghani deu a Gula as chaves de um apartamento mobilado, relatou a AP.

Enquanto criança, "ela capturou o coração de milhões" e acabou por tornar-se num símbolo da situação dos refugiados, disse o presidente do Afeganistão. "A enorme beleza, enorme energia que ela projetou através da sua face, capturou corações e tornou-se uma das mais famosas fotografias dos anos 1980 e até aos anos 1990", sublinhou, considerando ser um "privilégio" poder recebe-la.

Ashraf Ghani mostrou-se ainda "orgulhoso" por poder vê-la a viver com "dignidade e com segurança na sua terra natal".

Na semana passada, Sharbat Gula disse à AFP ter "o coração partido" por ter de voltar ao seu país de origem, onde os talibãs estão na ofensiva contra um governo enfraquecido.

Até ao início deste mês, mais de meio milhão de refugiados tinha regressado ao Afeganistão, na sequência do ultimato do governo de Islamabad para saírem do Paquistão.

Outros Artigos Recomendados