Mundo

Presidente da Associação de Médicos de Moçambique detido pela polícia

Presidente da Associação de Médicos de Moçambique detido pela polícia

O presidente da Associação de Médicos de Moçambique, Jorge Arroz, foi detido, este domingo, pela polícia em Maputo, alegadamente acusado do crime de sedição, disse à Lusa fonte daquela associação profissional.

Dezenas de pessoas estão concentradas diante da 6.ª esquadra da Polícia da República de Moçambique, na capital Maputo, exigindo a libertação do médico que, desde a passada segunda-feira, lidera uma greve do setor da Saúde.

Arroz encontra-se detido numa das celas da esquadra desde as 19 horas locais (18 horas em Portugal Continental) em resultado de um mandado de captura emitido este domingo.

A greve dos médicos e de pessoal de saúde, inicialmente marcada por cinco dias, foi na sexta-feira, último dia agendado, prolongada por tempo indeterminado, estando a afetar seriamente o funcionamento das unidades de saúde no país.