O Jogo ao Vivo

Crise

Primeiro-ministro italiano demite-se e ataca Salvini

Primeiro-ministro italiano demite-se e ataca Salvini

Giuseppe Conte, primeiro-ministro italiano, demitiu-se, esta terça-feira.

O anúncio da demissão do primeiro-ministro surge na sequência de um forte ataque ao parceiro de coligação, Matteo Salvini. Conte acusou Salvini de ser um "irresponsável" por ter lançado o país numa crise por "interesses partidários e pessoais".

Matteo Salvini, líder da Liga, vice-presidente e ministro do Interior, tinha manifestado a intenção de abandonar a coligação e pedir eleições antecipadas, dadas as divergências em várias questões. "Demasiados 'nãos' prejudicam a Itália, que precisa voltar a crescer e voltar a votar rapidamente. Quem perder tempo prejudica o país", referiu, num comunicado divulgado pelo partido.

A coligação foi formada há apenas 14 meses. Num discurso ao Senado, esta terça-feira, Conte disse que Salvini estava "à procura de um pretexto para regressar às urnas" depois do sucesso que o partido teve nas eleições europeias. A Liga foi o partido italiano mais votado, com 34% dos votos.

Num discurso duro e assertivo, o primeiro-ministro cessante responsabiliza Salvini pelo fim do governo "que acaba aqui". "Aproveito esta oportunidade para anunciar que apresentarei a minha renúncia como chefe de governo ao presidente da república", anunciou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG