Mundo

Procurador do MP quer afastamento do comando da Polícia Militar de São Paulo

Procurador do MP quer afastamento do comando da Polícia Militar de São Paulo

O procurador Matheus Baraldi, do Ministério Público Federal brasileiro, anunciou na quinta-feira, em audiência pública, que irá pedir à Justiça o afastamento do comando da Polícia Militar de São Paulo.

Na audiência, que discutiu os recentes assassínios de jovens po esta polícia, Beraldi também afirmou que pedirá que o Ministério Público Federal siga a evolução da criminalidade em São Paulo durante o próximo ano.

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo informou em comunicado que a iniciativa de Beraldi é "absurda e capciosa" e pode ter motivos eleitorais. O documento adianta que os elementos da Polícia Militar são punidos pelos erros que cometem.

No primeiro semestre do ano, mais de 200 pessoas morreram em São Paulo em tiroteios com elementos da Polícia Militar, segundo a Secretaria da Segurança Pública.

A alegada violência da corporação tem sido criticada por jornais locais, principalmente depois da morte a tiro de um estudante e de um publicitário, na semana passada.

No último relatório sobre o Brasil, países membros da Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas chegaram a sugerir a extinção da Polícia Militar no Brasil.