Casos de salmonela

Produtora de chocolates Kinder admite falhas internas e pede desculpa

Produtora de chocolates Kinder admite falhas internas e pede desculpa

A produtora italiana de chocolates Ferrero admitiu hoje "falhas internas" e apresentou desculpas após o encerramento da sua fábrica de chocolates Kinder na Bélgica, que esteve na origem de vários casos de salmonela em vários países europeus.

A popular marca de chocolates ordenou a recolha de todos os artigos produzidos na fábrica de Arlon, nomeadamente os Kinder Surpresa, Kinder Míni Eggs, Kinder Surpresa Maxi 100g e Kinder Schoko-Bons, independentemente do prazo de validade dos mesmos.

Na segunda-feira, quando foi detetada a falha na produção dos chocolates, tinham sido mandados retirar apenas os produtos com prazos de validade mais limitados.

Os chocolates retirados do mercado pela Ferrero são vendidos maioritariamente em França, Bélgica, Reino Unido, Alemanha, Suécia e Holanda.

Dezenas de casos de salmonela, um micro-organismo que pode causar diarreia e cólicas abdominais, foram detetados até ao momento, sobretudo em França e no Reino Unido.

Entretanto, a agência belga de segurança alimentar (FASFC) ordenou hoje a paralisação da produção na fábrica que esteve na origem dessas contaminações, em Arlon.

PUB

"Após investigações e as conclusões das últimas horas, de que as informações fornecidas pela Ferrero estão incompletas, a agência procedeu hoje à retirada da autorização de produção da fábrica da Ferrero, em Arlon", revelou a FASFC.

No seguimento da decisão, a Ferrero reconheceu, em comunicado, que "houve falhas internas que causaram atrasos na recuperação e partilha de informação dentro dos prazos estabelecidos" e que "isso afetou a velocidade e eficiência das investigações".

Na quarta-feira, a Ferrero Ibérica disse numa nota enviada à agência Lusa que "deu ordem para retirar do mercado português alguns lotes dos produtos fabricados na Bélgica", de forma "voluntária e como medida de precaução".

Segundo a representante ibérica da marca, foram retirados apenas os referidos produtos com data e validade entre 26 de maio de 2022 e 21 de agosto de 2022, mantendo-se "à venda no mercado os restantes ovos Kinder Surpresa de qualquer formato, o ovo de Páscoa Kinder Gran Surpresa e os restantes produtos Kinder".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG