O Jogo ao Vivo

EUA

Produtoras de peças de painéis na China terão fugido à taxa alfandegária

Produtoras de peças de painéis na China terão fugido à taxa alfandegária

Os EUA acusaram, esta sexta-feira, quatro produtores de peças de painéis solares de fabricarem na China e contornarem os direitos alfandegários norte-americanos, tema sensível dada a tensão bilateral e a vontade de Joe Biden aumentar a produção de energia renovável.

As peças de painéis solares estão de facto sujeitos a direitos alfandegários adicionais impostos pelo governo de Donald Trump, e depois prolongados por Joe Biden.

Mas em junho a Casa Branca suspendeu por 24 meses estas sobretaxas para peças importadas de Camboja, Malásia, Tailândia e Vietname.

PUB

O Departamento do Comércio examinou uma queixa, visando sociedades que "produzem componentes na China" e depois as enviam para um destes quatro países "para uma alteração menor antes de serem exportadas para os EUA", segundo um comunicado divulgado hoje.

Segundo as oito empresas mencionadas na queixa, quatro tiveram mesmo esta prática: segundo Washington: BYD Hong Kong, Canadian Solar, Trina e Vina Solar.

As empresas dos EUA que se fornecem junto destas sociedades "têm 18 meses para encontrar novos fornecedores", indicou aos jornalistas uma dirigente do governo Biden.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG