Alemanha

Professor de matemática suspeito de matar e comer o amante em Berlim

Professor de matemática suspeito de matar e comer o amante em Berlim

A polícia alemã deteve um professor de matemática suspeito de matar o amante, em Berlim. Ossos da vítima, desaparecida há dois meses, levam as autoridades a suspeitar de canibalismo.

Os ossos foram encontrados há duas semanas num parque a norte de Berlim, na Alemanha. Peritos identificaram os restos mortais como sendo de Stefan T, que estava desaparecido há dois meses.

"Os ossos estavam completamente limpos de carne", conta a imprensa alemã. Alé disso, outras indicações levaram as autoridades a suspeitar que Stean T, de 44 anos, foi vítima de canibalismo.

O suspeito do crime é um professor de matemática, identificado como Stefan R, de 41 anos. Já foi detido pela polícia alemã, que por norma não revela os apelidos de vítimas ou suspeitos enquanto decorrem investigações criminais.

O suspeito, Stefan R, "visitou salas relevantes de conversa online na Internet", revelaram as autoridades alemãs. Os media germânicos comparam o caso ao de Armin Meiwes, um canibal condenado a prisão perpétua em 2006.

Segundo dados revelados na altura, Meiwes conheceu a vítima numa "chat" de pessoas interessadas em canibalismo. Filmou o homicídio de um homem de 43 anos, que matou por prazer sexual.

O caso de Stegfan T é similar, com as autoridades a suspeitarem de motivação sexual para o crime. Engenheiro eletrotécnico, a vítima foi vista pela última vez a sair do apartamento a 5 de setembro, por volta da meia-noite.

PUB

Foram os colegas de casa que alertaram as autoridades para o desaparecimento. Mais de dois meses depois, os restos mortais de Stefan T foram encontrados por caminheiros num parque em Buch, nos arredores de Berlim, na Alemanha.

Outras Notícias