Catalunha

Puigdemont diz que maioria independentista "pede novo referendo"

Puigdemont diz que maioria independentista "pede novo referendo"

O ex-presidente da Generalitat, Carles Puigdemont, considerou que da eleição desta quinta-feira na Catalunha resultou "uma maioria de votos e de deputados eleitos que pede um novo referendo".

Puigdemont, que falava em Bruxelas, justificou a realização de um novo referendo com a eleição de 57 deputados contra a consulta e 78 a favor.

O ex-presidente da Generalitat referia-se à soma dos eleitos do seu partido Junts per Catalunya (34 deputados) aos da Esquerda Republicana Catalã (32), Candidatura de Unidade Popular (quatro) e Catalunha em Comum - Podemos (oito).

"Hoje há muitos que têm de entender que a maioria absoluta independentista continua intacta", apesar de que, segundo ele, as forças secessionistas tinham tudo contra elas.

Dirigindo-se ao chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, Carles Puigdemont exigiu ainda que "amanhã mesmo" se levante o artigo 155.º da Constituição, que suspendeu a autonomia catalã.

"A partir de amanhã mesmo o 155 deve ser suspenso, os presos políticos devem ser libertados, senhor Rajoy", frisou.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG