Mundo

Putin e Obama encarregam chefes dos serviços de informação de resolver caso Snowden

Putin e Obama encarregam chefes dos serviços de informação de resolver caso Snowden

Os presidentes russo e norte-americano, Vladimir Putin e Barack Obama, encarregaram os chefes dos serviços de informação dos dois países de resolverem o caso do ex-consultor refugiado num aeroporto de Moscovo, disse, esta segunda-feira, um alto responsável russo.

"Claro que eles (Putin e Obama) não têm uma solução que agrade aos dois lados, por isso encarregaram o diretor do FSB (organismo que sucedeu ao KGB), [Alexandre] Bortnikov, e o diretor do FBI [Robert] Mueller de se manterem em permanente contacto e encontrarem soluções", disse o chefe do Conselho de Segurança russo, Nikolaï Patrushev à cadeia televisiva estatal Rossia 24.

"A sua tarefa não é simples, porque têm que encontrar uma solução no quadro das normas do direito internacional", sublinhou Patrushev, ele próprio antigo diretor do FSB (Serviço Federal de Segurança).

"Hoje, não é possível dizer que existe uma solução", acrescentou.

Edward Snowden, um informático de 30 anos, que trabalhava como consultor da Agência de Segurança Nacional norte-americana e é acusado de espionagem por ter divulgado a existência de programas de vigilância dos Estados Unidos, está há uma semana no aeroporto de Sheremetyevo, em Moscovo.

O seu passaporte foi anulado por Washington, que reclama a sua extradição.

A Rússia, que não tem acordo de extradição com os Estados Unidos, afirmou nada ter nada a apontar a Snowden, argumentando que na realidade o informático nunca chegou a passar a fronteira russa, ou seja, a zona de controlo de passaportes do aeroporto.

Edward Snowden, que não é visto desde 23 de junho, não embarcou no voo para Cuba, onde tinha reservado um lugar, e fontes russas afirmam que ele não pode viajar sem passaporte válido.

O Equador, país ao qual pediu asilo político, sublinhou por seu lado não poder analisar o pedido, adiantando que a solução "está nas mãos das autoridades russas".