O Jogo ao Vivo

Exclusivo

"Putin não irá hesitar em invadir outros países", acredita eurodeputado alemão

"Putin não irá hesitar em invadir outros países", acredita eurodeputado alemão

O eurodeputado alemão Michael Gahler reiterou a necessidade de apoiar a Ucrânia a nível militar, de modo a que a Rússia não alcance vitórias que possam incentivar avanços noutros territórios europeus. O também líder da Comissão dos Negócios Estrangeiros do Parlamento Europeu deixou algumas críticas aos entraves colocados pelo próprio país na entrega de material bélico para Kiev.

Na perspetiva do eurodeputado do Partido Popular Europeu (PPE), a chave para que a Ucrânia consiga uma vitória consistente neste conflito, sem que tenha de fazer cedências territoriais, é um "envio de armas por parte dos países europeus", deixando uma crítica às barreiras que o Governo alemão tem estabelecido relativamente à entrega de armamento ao país invadido. "Temos de estar preparados para ajudar a Ucrânia em vários níveis", defendeu Gahler durante o seminário "What are we doing for Ukraine?", que decorre em Estrasburgo, França.

Preocupado com os avanços que o regime russo está a alcançar no terreno ao tentar "diminuir a existência da Ucrânia enquanto estado soberano", o conservador alemão considerou que, se não houver uma ação coletiva europeia que demonstre unidade, "Putin não irá hesitar em invadir outros países", sobretudo os que se encontram mais perto da fronteira russa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG