Mundo

Pyongyang retoma conversações sobre programa nuclear

Pyongyang retoma conversações sobre programa nuclear

A Coreia do Norte mostrou-se disponível para reiniciar as conversações sobre o seu programa nuclear com vista à desnuclearização na Península da Coreia. A informação foi avançada, esta quarta-feira, pelo Kremlin, após o encontro entre o presidente russo e o líder norte-coreano.

Segundo a porta-voz do Kremlin, Natalia Timakova, ao retornar às conversações com a comunidade internacional, os norte-coreanos procuram também resolver o embargo à fabricação de armas atómicas e aos seus testes nucleares.

"Kim Jong-il manifestou estar pronto a voltar às conversações, no quadro do sexteto, sem condições prévias. Durante as conversações, estarão prontos a anunciar uma moratória na produção de materiais nucleares e testes", acrescentou ainda Natalia Timakova, no final da reunião.

O encontro entre Dmitri Medvedev e Kim Jong-il realizou-se numa base militar em Ulan-Udé, na Sibéria, a 5500 quilómetros a leste de Moscovo.

As conversações "a seis" sobre o programa nuclear da Coreia do Norte foram interrompidas em Dezembro de 2008, devido aos testes nucleares efectuados por Pyongyang e a vários incidentes militares com Seul.

Além da Coreia do Norte e da Coreia do Sul, participam nas negociações a Rússia, a China, os Estados Unidos e o Japão.