Balanço

Quase cinco mil mortes por Covid-19 no Reino Unido

Quase cinco mil mortes por Covid-19 no Reino Unido

O Reino Unido registou, nas últimas 24 horas, mais 621 mortes por Covid-19, elevando para quase cinco mil o número total de óbitos. Já há mais de 47 mil infetados.

De acordo com a atualização dos dados feita este domingo pelo ministério da Saúde, o número de pessoas infetadas aumentou em 5903 desde sábado, para 47.806. O número de óbitos subiu para 4934 (mais 621 que no sábado).

As estatísticas não incluem mortes fora do hospital, como as que são registadas em lares de idosos, e algumas podem não ser incluídas no balanço diário, porque o registo dos óbitos pode demorar mais tempo, refere o ministério da Saúde.

Passadas duas semanas desde que o Governo decretou um confinamento das pessoas, o ministro da Saúde, Matt Hancock, admitiu hoje endurecer as medidas se as pessoas "desrespeitarem as regras". Atualmente, é permitida a saída de casa para comprar bens essenciais, para exercitar uma vez por dia, para ajudar pessoas vulneráveis e para trabalhar, se não for possível fazê-lo de casa, tendo a Polícia poderes para dispersar ajuntamentos de mais de duas pessoas. Mas, perante relatos de que um parque no sul de Londres foi obrigado a fechar devido ao elevado número de pessoas que aproveitaram o bom tempo para passear, Hancock ameaçou com um maior controlo às saídas ao exterior.

Este domingo à noite, a rainha Isabel II vai fazer uma comunicação ao país, na televisão, para agradecer o esforço de todos os que estão na primeira linha do combate à pandemia, sobretudo o pessoal médico. "Vivemos momentos de perturbação na vida de nosso país, uma perturbação que trouxe sofrimento para alguns, dificuldades financeiras para muitos e enormes mudanças no dia a dia de todos nós", vai dizer a monarca, numa intervenção marcada para as 20 horas, cujos excertos foram publicados antecipadamente pelo Palácio de Buckingham.

Outras Notícias