Exclusivo

Quebrado o silêncio do genocídio do Burundi

Quebrado o silêncio do genocídio do Burundi

Documentário espanhol mostra ao Mundo conflito étnico ofuscado pela guerra do vizinho Ruanda.

Os 59 anos de independência do Burundi, pequeno e desconhecido país no coração de África, foram marcados por conflitos e instabilidade. Duas guerras civis, no século XX, uma grande crise política, em 2015, e as feridas abertas pelos episódios traumáticos de limpeza étnica que duram há 30 anos contribuem para a existência sofrida de um país.

Dois jornalistas espanhóis reconstroem, através do testemunho de quem sofreu a violência e o ódio desmesurado, a história do Burundi, no documentário "Voiceless: O genocídio silenciado" . O ativista burundiense Lievin Manisha, a viver há vários anos nos Estados Unidos, é o protagonista do filme que relata parte da sua vida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG