Mundo

Rebelião líbia sem "informação confirmada" do paradeiro de Kadafi

Rebelião líbia sem "informação confirmada" do paradeiro de Kadafi

O presidente do conselho executivo do Conselho Nacional de Transição líbio, Mahmoud Jibril, afirmou, esta quarta-feira, em Paris, que a rebelião não tem qualquer "informação confirmada" sobre a localização de Muammar Kadafi.

"Há muitas informações não confirmadas neste período de revolta dos homens livres de Tripoli. Não temos informações confirmadas", declarou Jibril, numa conferência de imprensa conjunta com o Presidente francês, Nicolas Sarkozy, no Palácio do Eliseu.

O número 2 da rebelião líbia recusou-se a fazer qualquer conjuntura sobre a sorte do líder líbio caso seja preso.

"Seria uma coisa exemplar se o pudéssemos prender e julgar de forma equitativa", afirmou, citado pela agência noticiosa AFP.

Quanto a um possível julgamento de Kadafi perante um tribunal líbio ou perante a Justiça internacional, Mahmoud Jibril adiantou que é "uma questão que os juristas líbios terão de avaliar e dar o seu parecer ao Conselho Nacional de Transição (CNT), de forma a respeitar os interesses nacionais líbios".

Os rebeldes anunciaram hoje uma recompensa de cerca de 1,7 milhões de dólares (1,17 milhões de euros) pela captura de Muammar Kadafi, morto ou vivo.