Yeda

Rei saudita submetido a colonoscopia fica internado para "descansar"

Rei saudita submetido a colonoscopia fica internado para "descansar"

O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz, de 86 anos, foi submetido a uma colonoscopia e permanecerá sob observação médica para "descansar" num hospital de Yeda na noite de sábado, anunciou, este domingo, a corte real.

No comunicado, difundido pela agência oficial saudita SPA, indica-se que o rei saudita foi sujeito a uma colonoscopia cujo resultado "é favorável, e a equipa médica decidiu mantê-lo internado por algum tempo para descansar".

Em março último, o monarca octogenário foi internado num hospital de Riade, onde "mudou, com êxito, a bateria do pacemaker", e, em julho de 2020, tinha sido hospitalizado devido a uma inflamação da vesícula biliar.

Os meios de comunicação da Arábia Saudita, o maior exportador de petróleo do mundo, destacam sempre a presença do monarca nas reuniões semanais do Conselho de Ministros do país, e nos encontros com altos mandatários estrangeiros que visitam o reino, cujo governante é, de facto, o filho, o príncipe herdeiro Mohamed bin Salman.

Salman bin Abdulazíz subiu ao trono no início de 2015, depois da morte do seu irmão Abdalá, com 90 anos, após ter sofrido de uma pneumonia e ter estado quase um mês internado no hospital.

Nascido em Riade, em 31 de dezembro de 1935, Salman converteu-se em príncipe herdeiro do reino em junho de 2012.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG