O Jogo ao Vivo

Ucrânia

Reino Unido anuncia novas sanções comerciais contra a Rússia

Reino Unido anuncia novas sanções comerciais contra a Rússia

O Governo britânico anunciou, domingo, um novo pacote de sanções comercias contra a Rússia e a Bielorrússia, com a proibição de exportações dirigidas à indústria russa e o aumento de taxas alfandegárias, em particular sobre o paládio.

"Este importante pacote de sanções infligirá ainda mais reveses à máquina de guerra russa", declarou em comunicado a ministra britânica do Comércio internacional, Anne-Marie Trevelyan.

As taxas alfandegárias vão aumentar em 35 ponto percentuais, em particular para a platina e o paládio - utilizado na indústria automóvel -, enquanto as interdições de exportação são dirigidas aos produtos dirigidos aos setores industrial e de maquinaria pesada da Rússia, como o plástico, a borracha ou máquinas.

"A Rússia é um dos principais países produtores de platina e de paládio e depende fortemente do Reino Unido para exportar" estes produtos, sublinhou a ministra.

Estas sanções abrangem 1,7 mil milhões de libras (cerca de dois mil milhões de euros) de bens em valor, elevando a mais de quatro mil milhões de libras o valor dos bens visados pelas sanções comerciais desde a invasão da Ucrânia pela Rússia, em 24 de fevereiro.

Desde a invasão, o Reino Unido já sancionou mais de 1.000 pessoas e mais de 100 empresas.

A Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro e a ofensiva militar provocou já a morte de mais de três mil civis, segundo a ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

PUB

A ofensiva militar causou a fuga de mais de 13 milhões de pessoas, das quais mais de 5,5 milhões para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG