Covid-19

Reino Unido regista 363 mortes e mantém tendência de descida

Reino Unido regista 363 mortes e mantém tendência de descida

O Reino Unido registou 363 mortes devido a ​​​​​​​covid-19 nas últimas 24 horas, menos do que as 545 de terça-feira, aumentando para 35.704 o total de óbitos durante a pandemia, anunciou esta quarta-feira o ministro da Cultura, Oliver Dowden.

Apesar de o número de mortes anunciados diariamente variar muitas vezes devido ao processo administrativo de registo, a tendência tem sido de descida, incluindo nos lares de idosos, onde o Governo reconheceu ter encontrado surtos nas últimas semanas.

O Reino Unido aliviou o regime de confinamento na semana passada, permitindo mais a prática de exercício físico e uso dos espaços exteriores e encorajando trabalhadores de setores como a construção a voltarem ao emprego.

Esta quarta-feira, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse que haverá um novo sistema de rastreamento de casos de pessoas infetadas a 1 de junho.

O novo sistema de deteção e rastreamento é considerado crítico no plano de desconfinamento desenhado pelo Governo, que prevê a reabertura parcial de escolas e lojas não essenciais no início de junho.

Johnson disse que vão ser recrutados 25.000 pessoas para fazer este trabalho, as quais serão capazes de rastrear 10.000 novos casos por dia.

"Isso é muito importante, porque atualmente o número de novos casos é de cerca de 2.500 por dia. Eles vão ser capazes de identificar os contactos desses casos novos e de parar a doença de se espalhar", vincou.

PUB

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 323 mil mortos e infetou quase 4,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,8 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG