EUA

Responsável da administração Trump demite-se em protesto contra invasão do Capitólio

Responsável da administração Trump demite-se em protesto contra invasão do Capitólio

O antigo chefe de gabinete de Donald Trump Mick Mulvaney anunciou esta quinta-feira demitir-se do atual cargo de diplomata em protesto contra a invasão do Capitólio por apoiantes do presidente cessante na quarta-feira.

"Não posso ficar, não depois de ontem. Não podemos ver o que aconteceu ontem e querermos fazer parte disso de alguma forma", declarou à emissora CNBC.

Mick Mulvaney que deixou o posto de chefe de gabinete para ser nomeado emissário dos Estados Unidos na Irlanda do Norte, disse ter informado o secretário de Estado, Mike Pompeo, da demissão.

"Não posso. Não posso ficar", insistiu na CNBC, adiantando que outros elementos da administração Trump estavam a pensar deixar os seus cargos.

"Os que escolhem ficar e falei com alguns fazem-no porque temem que o presidente nomeie alguém pior" para os substituir, disse ainda.

PUB

Uma multidão de partidários de Donald Trump invadiu na quarta-feira o Capitólio, onde funciona o parlamento norte-americano após ter sido encorajada pelo próprio Presidente cessante a pressionar os parlamentares, reunidos para certificar oficialmente a vitória de Joe Biden nas presidenciais.

Os senadores e os membros da Câmara dos Representantes tiveram de interromper os trabalhos durante várias horas e abandonar o Congresso.

Pelo menos quatro pessoas morreram na invasão do Capitólio, anunciou a polícia, que deu conta de que tanto as forças de segurança, como os apoiantes de Trump utilizaram substâncias químicas durante a ocupação do edifício.

Já esta quinta-feira o Congresso dos Estados Unidos ratificou a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais de novembro, na última etapa antes de ser empossado em 20 de janeiro.

Imediatamente após as violências, na quarta-feira, o conselheiro adjunto para a segurança nacional Matt Pottinger demitiu-se.

A porta-voz da primeira-dama Melania Trump, Stephanie Grisham, antiga porta-voz da Casa Branca, também apresentou a demissão

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG