Ucrânia

Responsável pela ocupação russa de Berdiansk morto por uma bomba

Responsável pela ocupação russa de Berdiansk morto por uma bomba

Um alto responsável pela ocupação russa de Berdiansk, uma cidade portuária do sudeste da Ucrânia, morreu, esta terça-feira, após a explosão da sua viatura armadilhada, anunciaram as autoridades locais instaladas por Moscovo.

"O comandante de Berdiansk, Artiom Bardine, que ficou gravemente ferido na explosão da sua viatura, morreu no hospital", indicou a administração local pró-russa num comunicado divulgado na plataforma digital Telegram.

Horas antes, Bardine, chefe da administração instalada pelos russos em Berdiansk, tinha sido transportado para o hospital em estado grave, depois de ter sofrido ferimentos quando uma bomba deflagrou no seu veículo.

PUB

As autoridades locais acusaram "terroristas ucranianos" de estarem por detrás deste ataque, que visa, na sua opinião, "intimidar" os responsáveis ucranianos que se colocaram do lado dos russos.

Vários responsáveis da ocupação russa foram mortos ou feridos em ataques desde a invasão da Ucrânia, a 24 de fevereiro, por tropas enviadas por Moscovo. Kiev não reconhece oficialmente qualquer responsabilidade em tais ataques.

A 29 de agosto, um antigo deputado ucraniano, Alexei Kovalev, que se passou para o lado das forças russas, foi morto a tiro na região meridional de Kherson, onde o exército ucraniano realiza uma contraofensiva.

O exército ucraniano, fortalecido por abastecimentos militares ocidentais, reivindicou os primeiros ganhos territoriais nesta zona da Ucrânia.

Por causa dos combates, as autoridades ocupantes deram na segunda-feira a entender que pretendiam adiar um referendo anunciado para o outono e que deveria permitir que a Rússia anexasse aquela região.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG