EUA

Responsável por fugas de informação nos EUA vai pedir asilo

Responsável por fugas de informação nos EUA vai pedir asilo

O ex-técnico contratado da CIA e antigo consultor da Agência de Segurança Nacional, Edward Snowden, responsável por fugas de informação nos Estados Unidos, disse, esta segunda-feira, que vai pedir asilo a qualquer país que "acredite na liberdade de expressão".

Em entrevista ao "Washington Post", Snowden, que se encontra atualmente em Hong Kong, disse que tem a intenção de pedir asilo a "qualquer país que acredite na liberdade de expressão e que se oponha a que a privacidade dos cidadãos seja posta em causa".

O ex-técnico da CIA revelou hoje que foi a fonte dos diários "The Guardian" e "Washington Post", que divulgaram os programas de espionagem dos Estados Unidos que permitem consult ar os registos de chamadas e utilização de redes sociais.

Em declarações ao jornal "The Guardian", Edward Snowden disse ter divulgado informações confidenciais do governo dos Estados Unidos motivado apenas pelo desejo de informar o público sobre a "máquina de vigilância em massa" daquele país, segundo a agência AFP.

"Não tenho nenhuma intenção de esconder quem sou, porque sei que não fiz nada de errado", afirmou o Snowden, numa altura em que o governo norte-americano procurava indícios criminais sobre a fuga de informação.

Snowden foi ex-assistente técnico da agência de informações CIA, trabalhou quatro anos na Agência de Segurança Nacional (NSA) como um empregado de vários fornecedores externos, incluindo a Dell e a Booz Allen Hamilton, o seu atual empregador.

"O meu único motivo foi o de informar o público sobre o que é feito em seu nome e o que é feito contra ele", revelou Snowden na entrevista.

PUB

A CIA já tinha aberto uma investigação sobre as fugas de informação, uma situação que classificou como "angustiante" e que poderia causar "danos enormes" nos serviços de informação dos Estados Unidos, depois da informação secreta ter sido divulgada pelos jornais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG