Covid-19

Rio de Janeiro adia Carnaval de 2021 indefinidamente

Rio de Janeiro adia Carnaval de 2021 indefinidamente

A edição de 2021 do famoso carnaval do Rio de Janeiro, agendada para fevereiro, foi adiada indefinidamente devido à pandemia de covid-19, ainda muito ativa no Brasil, anunciou na quinta-feira um responsável.

"Chegamos à conclusão de que o evento deve ser adiado. Simplesmente não podemos fazer em fevereiro. As escolas de samba não terão tempo nem recursos financeiros e organizacionais para deixar tudo pronto para fevereiro", afirmou o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, Jorge Castanheira, entidade que organiza o evento.

A última vez que o carnaval carioca foi suspenso aconteceu em 1912, após a morte do ministro dos Negócios Estrangeiros.

Em julho, várias escolas de samba da cidade já tinham recusado desfilar no Carnaval de 2021 se ainda não estivesse disponível uma vacina contra o novo coronavírus.

A imensa mão de obra exigida para cada espetáculo já foi prejudicada pelas restrições às confraternizações que o governador do Rio de Janeiro impôs em março. Mesmo com essas medidas, a região metropolitana, que abriga 13 milhões de pessoas, registou até o momento mais de 15 mil mortes por covid-19.

O Rio de Janeiro é também o quarto estado onde se concentra o maior número de infeções (257.985).

De acordo com o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, o Brasil totaliza agora 139808 mortos e 4657702 casos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 978448 mortos e quase 32 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Outras Notícias