Covid-19

Roménia transfere 50 pacientes para a Hungria após colapso hospitalar

Roménia transfere 50 pacientes para a Hungria após colapso hospitalar

A Roménia vai transferir para a Hungria 50 infetados com covid-19 em estado grave, uma vez que os hospitais romenos estão saturados, revelou esta quarta-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros magiar, Péter Szijjártó.

"Nos próximos dias vamos acolher 50 pacientes infetados com covid-19 e que se encontram em estado grave para que possam ser tratados com terapias intensivas", indicou o chefe da diplomacia húngara na rede social Facebook.

Na semana passada, o secretário de Estado da Saúde romeno, Raed Arafat, deu conta da existência de conversações com a Hungria para que esta medida fosse possível.

Nas últimas duas semanas, segundo dados do Centro Europeu para a Prevenção e Controlo de Doenças (CEPCD), a Roménia registou uma taxa de incidência de 631 novos casos de covid-19 por cada 100 mil habitantes e de 107 mortes por milhão.

A Roménia é o segundo país da União Europeia (UE) com menos pessoas imunizadas contra o novo coronavírus, com apenas 28% da população vacinada com as duas doses.

O número de doentes hospitalizados ultrapassa 17 mil, dos quais 1 667 estão em unidades de cuidados intensivos.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG