Covid-19

Roubadas à mão armada 20 doses de vacinas em centro de saúde brasileiro

Roubadas à mão armada 20 doses de vacinas em centro de saúde brasileiro

Dois homens armados invadiram esta segunda-feira um posto de saúde na cidade brasileira de Natal (nordeste) e roubaram dois frascos de vacinas contra a covid-19, com o equivalente a 20 doses do antídoto, informaram fontes policiais.

O roubo ocorreu num posto médico localizado numa favela de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte e uma das cidades que se encontra numa situação crítica devido ao agravamento da pandemia, que já deixa quase 12 milhões de casos e 294.042 mortes no país.

Segundo a diretora do posto de saúde, Elvira Maranhão, os homens, ambos encapuzados e armados, tentaram roubar as vacinas logo pela manhã, mas as doses ainda não haviam chegado ao posto médico.

"Quando viram que a enfermeira não trazia vacina, mas sim água sanitária, eles foram embora. Eu disse: 'Eles vão voltar'. Pedi à polícia para vir, para ficar cá. Os dois estavam armados e encapuzados", afirmou Elvira Maranhão em entrevista à televisão local InterTV.

Contudo, a polícia permaneceu no local apenas de manhã, tendo os assaltantes regressado ao local e levado as doses do imunizante.

A polícia municipal de Natal confirmou à agência espanhola Efe que os dois homens foram detidos após o assalto, mas não especificou se as vacinas foram recuperadas.

O Brasil é atualmente o segundo país do mundo com mais mortes e casos do novo coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, onde, ao contrário do país sul-americano, a curva epidemiológica começou a descer.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG