MyHeritage

Roubados dados de mais de 92 milhões de utilizadores de site genealógico

Roubados dados de mais de 92 milhões de utilizadores de site genealógico

Os emails de mais de 92 milhões de utilizadores do site genealógico MyHeritage, com sede nos arredores de Telavive, Israel, foram roubados.

De acordo com o jornal "Calcalist" de Israel, o portal MyHeritage permite que os utilizadores criem a sua árvore genealógica através da pesquisa de documentos históricos, como censos, bancos de dados de migração, casamentos e enterros, podendo ser usados em 42 idiomas, além de oferecer um serviço de análise genética, com um banco de dados.

Em comunicado, a empresa disse que o roubo ocorreu a 26 de outubro, mas a fuga só foi descoberta na passada segunda-feira quando foi contactada por um investigador independente de segurança que avançou ter encontrado uma base de dados com os emails e as senhas de 92.283.889 pessoas.

O MyHeritage garantiu aos utilizadores que "não arquiva senhas completas, portanto, qualquer pessoa que acedeu a elas não pode entrar no seu perfil.

Contudo, a empresa recomenda que os utilizadores alterem as senhas, para uma maior segurança.

"Não há evidências de que os dados do arquivo tenham sido usados pelos perpetradores", disse a empresa aos seus clientes, que indicaram não ter detetado qualquer atividade que aponte para uma exposição das contas.

"Acreditamos que a intrusão está limitada aos endereços de email, não acreditamos que algum outro sistema tenha sido envolvido. As informações do cartão de crédito não são salvas", afirmou a empresa, que afirma ter tomado medidas para que o incidente não repita.