Espanha

Roubam carteira, casaco e sapatos a homem que morreu de enfarte na rua

Roubam carteira, casaco e sapatos a homem que morreu de enfarte na rua

Um homem foi roubado depois de morto, em Madrid. A Polícia Nacional está a investigar o caso da vítima, que morreu de enfarte na rua e a quem roubaram o casaco, os sapatos, as joias e a carteira.

Um homem de 50 anos foi roubado depois de ter sido vítima de um enfarte, numa rua do bairro Valdebernardo de Vicálvaro, em Madrid, na madrugada do passado dia 9. A Polícia Nacional espanhola acredita que roubaram os sapatos, o casaco, a carteira e as joias da vítima já depois desta ter perdido a vida.

O corpo do homem está no Instituto Anatómico Forense desde a semana passada e ainda não foi identificado. Não foi procurado por ninguém nem foi denunciada na zona qualquer pessoa desaparecida.

O alerta sobre um homem caído na rua foi dado por um morador do bairro que passou local. Quando os agentes da Polícia Municipal e da Polícia Nacional chegaram, chamaram os serviços de emergência, que confirmaram que o homem morreu sem qualquer assistência médica.

Apesar de naquela noite se registarem temperaturas muito baixas (cerca de 1 grau) a vítima não tinha casaco nem sapatos. Estava sem carteira nem documentos de identificação. Ao lado do corpo estavam pedaços do que seria uma pulseira que usaria num pulso. E no pescoço havia indícios de lhe ter sido arrancado um fio.

A autópsia confirmou que o óbito não se deveu a qualquer ato de violência, tendo sido causado por um enfarte, que o homem sofreu depois de ter desmaiado e caído no chão. Terá morrido duas a três horas antes da chegada das autoridades.

A policia tenta agora determinar os autores do roubo, se serão residentes no bairro ou pessoas que passaram no local.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG