Ucrânia

Rússia avisa EUA que fornecer armas à Ucrânia causará "dano colossal" às relações

Rússia avisa EUA que fornecer armas à Ucrânia causará "dano colossal" às relações

Moscovo advertiu, esta quinta-feira, que uma eventual entrega de armas pelos Estados Unidos à Ucrânia vai causar um "dano colossal" às relações entre os EUA e Rússia, provocar uma escalada no conflito ucraniano e ameaçar a segurança da Rússia.

"Nos nossos contactos com representantes da administração norte-americana sempre sublinhámos que as informações sobre a intenção de Washington de entregar a Kiev armas modernas letais nos causam grande preocupação", disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Alexander Lukashevich.

"Indubitavelmente, se uma tal decisão for tomada, vai causar danos colossais às relações EUA-Rússia, especialmente se os residentes de Donbass (as regiões separatistas de Donetsk e Lugansk) começarem a ser mortos por armas norte-americanas", acrescentou.

"Isto ameaça não só provocar uma escalada na situação no sudeste da Ucrânia, como a segurança da Rússia, cujo território tem sido repetidamente bombardeado a partir da Ucrânia", disse.

A Ucrânia e os aliados ocidentais têm acusado repetidamente a Rússia de apoiar com tropas e armamento os separatistas pró-russos do leste do país, acusações que Moscovo nega.

Os Estados Unidos, cujo chefe da diplomacia, John Kerry, realiza esta quinta-feira uma visita a Kiev, estão a considerar a possibilidade de entregar armamento à Ucrânia para combater os separatistas do leste.

O recém-nomeado secretário da Defesa norte-americana, Ashton Carter, afirmou na quarta-feira, no Senado, que é favorável a uma eventual entrega de armamento.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG