Mundo

Rússia cessa funções do Comité do Património Mundial da Unesco

Rússia cessa funções do Comité do Património Mundial da Unesco

A Rússia cessou, esta quarta-feira, funções do Comité do Património Mundial a que presidia, órgão central para a preservação dos sítios culturais e naturais do mundo da Unesco, adiantou fonte diplomática.

"Tenho a honra de informar o fim de minha missão como delegado permanente da Federação Russa junto da Unesco [Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura]", disse hoje o embaixador russo Alexander Kuznetsov numa carta dirigida aos membros do comité, à qual agência notícias AFP teve acesso.

"Na data desta carta, não posso continuar o meu mandato como presidente da 45.ª sessão do Comité do Património Mundial", acrescentou.

PUB

O facto de a Rússia presidir ao Comité do Património Mundial resultou no bloqueio desse importante organismo da Unesco após a invasão russa da Ucrânia.

"A renúncia do delegado permanente da Rússia vai permitir nomear rapidamente um novo presidente" e relançar o comité de património, indicou um diplomata da ONU.

Quando um presidente do comité renuncia, os regulamentos da Unesco preveem que o seu substituto seja nomeado pelo país seguinte em ordem alfabética em inglês.

Depois da Rússia, a Arábia Saudita será, portanto, o país que terá de designar um sucessor para a presidência do comité.

Riade dirá nos próximos dias se aceita a tarefa e quem indicará.

Nas próximas semanas deverá ocorrer uma reunião extraordinária durante a qual serão fixados a data e o local da próxima "sessão ordinária", que "poderá realizar-se no primeiro semestre de 2023", indicou a Unesco.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG