Balanço

Rússia regista recorde diário de 232 mortes de covid-19

Rússia regista recorde diário de 232 mortes de covid-19

A Rússia registou um aumento de 232 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, a maior subida desde que foram aplicadas as medidas contra o novo coronavírus.

No total, morreram 4374 pessoas de covid-19 desde o dia 1 de março, em território russo.

O recorde anterior era de 174 mortes em 24 horas, balanço de vítimas ocorrido tanto na quinta-feira como no dia 26 de maio.

A responsável pelos serviços sanitários da Rússia, Anna Popova, advertiu que o número de mortes por covid-19 ia registar um aumento, tendo em conta os novos contágios.

A região de Moscovo, epicentro da pandemia na Rússia, soma 76 mortes nas últimas 24 horas, totalizando 2.300 óbitos.

Além da capital, os números respeitantes a mortes (de acordo com os balanços diários) são preocupantes sobretudo no Daguestão, norte do Cáucaso.

Nas últimas 24 horas, confirmaram-se 8527 novos casos de contágio de covid-19, em 84 das 85 regiões a nível nacional.

O número total de infeções na Rússia atinge os 387623 casos.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 357 mil mortos e infetou mais de 5,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 2,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Outras Notícias