Arqueologia

Sarcófago "excecional" e altar do século VI a.C. descobertos em Roma

Sarcófago "excecional" e altar do século VI a.C. descobertos em Roma

Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, foram descobertos por especialistas que estudam o Fórum romano na capital italiana.

Segundo o Parque Arqueológico do Coliseu, os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria e são um sarcófago com 1,4 metros de comprimento escavado na pedra da colina de Campidoglio e um elemento circular que "provavelmente" corresponde a um altar.

A descoberta ocorre um ano depois de investigadores terem começado a analisar a documentação através da qual o arqueólogo italiano Giacomo Boni assumiu no início do século XX a presença de um santuário dedicado ao fundador de Roma.

O sarcófago fica ao lado da "rostra", as arquibancadas do Fórum Romano, onde tradicionalmente é apontado o enterro de Rómulo, segundo os escritos de Marco Terencio Varrone e outros historiadores antigos.

Segundo a mitologia romana, Roma terá sido fundada em 753 a.C. pelos gémeos Rómulo e Remo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG