O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Seis anos depois, Brexit é sinal de desesperança

Seis anos depois, Brexit é sinal de desesperança

Em junho de 2016, os britânicos optaram por sair da UE mas, segundo uma sondagem, decisão poderia agora ser diferente. Consequências económicas deixaram comunidade portuguesa no Reino Unido em situação de instabilidade.

Há seis anos, 51,9% dos britânicos votaram favoravelmente para que o Reino Unido abandonasse a União Europeia (UE), com a promessa de que a mudança iria abrir a porta a novos acordos comerciais. No entanto, em dezembro de 2021, uma sondagem elaborada pela Opinium indicou que 60% dos inquiridos acreditavam que o processo de saída correu mal ou pior do que aquilo que esperavam, mostrando-se descontentes e inseguros com a mudança. O sentimento estende-se à comunidade portuguesa na Grã-Bretanha, que se sente cada vez mais reticente em relação ao futuro.

"Inúmeros portugueses regressaram a Portugal ou foram para outros países. O Brexit desiludiu muita gente e estilhaçou um sentimento de pertença profundamente enraizado", revela Sérgio Tavares, que está a viver na Escócia há mais de 25 anos, notando que "há uma degradação da qualidade de vida" que acredita que será sentida a longo prazo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG