México

Seis carteiristas encontrados com as mãos amputadas

Seis carteiristas encontrados com as mãos amputadas

Seis indivíduos foram encontrados, na passada segunda-feira, com as mãos amputadas, no México. As feridas foram cobertas com um plástico e a palavra "rato" (ladrão) foi pintada em várias partes do corpo.

Cinco homens e uma mulher, presumíveis ladrões, foram encontrados com as mãos cortadas, em Jalisco, no México. Um sétimo indivíduo foi declarado morto, no local.

Junto ao corpo estava um cartaz, escrito à mão, que salientava que tinham sido punidos por serem carteiristas e avisava todos os assaltantes e aqueles que não respeitam as mulheres e as crianças. O cartaz estava assinado e suspeita-se seja uma ação do autointitulado "Grupo Elite Anti Ratas", que se pode traduzir como Grupo de Elite Anti Ladrões.

Segundo as autoridades, as mãos amputadas foram deixadas no chão, em dois sacos plásticos e os feridos foram transportados para vários hospitais, localizados na área metropolitana de Guadalajara, capital de Jalisco.

Eduardo Palacios, comandante da polícia de Tlaquepaque, em Jalisco, afirmou que as vítimas estavam em estado de choque e que podem ter sido raptadas, mas que as investigações ainda estão a decorrer.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG