Covid-19

Singapura institui pena de prisão para quem não cumprir distância de um metro

Singapura institui pena de prisão para quem não cumprir distância de um metro

Singapura não está com meias medidas e, a partir desta sexta-feira, pune com seis meses de prisão quem não respeitar um metro de distância de outra pessoa.

Seja em supermercados ou qualquer outro local, todas as pessoas, estejam de pé ou sentadas, têm que cumprir um metro de distância mínima.

Além da pena de prisão, os infratores podem ter de pagar uma multa de até seis mil euros.

Todos os serviços que estejam abertos ao público, como, por exemplo, supermercados, são obrigados a delinear no chão a distância a que devem estar os clientes e a garantir que estes cumprem a distância de segurança.

Também no caso dos empresários, quem não cumprir o distanciamento de, pelo menos, um metro será punido na mesma medida, ou seja, com pena de prisão até seis meses.

As novas medidas restritivas incluem, também, o fecho de bares, cinemas e o fim de eventos de grande dimensão.

Singapura tem conseguido, por enquanto, evitar a quarentena. Até ao momento, foram registados neste país 683 casos positivos e duas mortes devido ao novo coronavírus.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG