Canárias

Sismo de 4,9 graus em La Palma sentido pela população de outras ilhas

Sismo de 4,9 graus em La Palma sentido pela população de outras ilhas

O Instituto Geográfico Nacional espanhol registou, esta quarta-feira, um sismo de magnitude 4,9 graus a uma profundidade de 36 quilómetros na ilha das Canárias de La Palma, que foi sentido também noutras ilhas.

O tremor de terra foi sentido pela população de La Palma, onde o vulcão Cumbre Vieja está ativo há 45 dias, e também nas ilhas de Tenerife e de La Gomera, todas no arquipélago das Canárias situado a sul da ilha portuguesa da Madeira.

Este movimento sísmico ocorreu às 7.27 horas locais (a mesma hora em Portugal continental) e embora o primeiro registo tenha dado uma magnitude de 5,1 graus, foi baixando, primeiro para 5,0 e depois para 4,9.

PUB

Durante a noite, foram registados 41 movimentos sísmicos, tendo alguns deles sido também sentidos pela população de La Palma.

Por outro lado, a grande emissão de cinzas do vulcão em La Palma durante os últimos quatro dias piorou a qualidade do ar no oeste e noroeste da ilha, o que, juntamente com a evolução meteorológica desfavorável, está a complicar o funcionamento do aeroporto e as ligações aéreas com o resto do arquipélago.

O último relatório do Departamento de Segurança Nacional espanhol (DSN), divulgado esta quarta-feira, indica que o abundante volume de cinzas emitido pelo vulcão Cumbre Vieja, "acompanhado de explosões audíveis", tem sido "o fenómeno eruptivo mais notável nos últimos quatro dias".

A acumulação de cinzas na zona de influência da erupção levou à suspensão das aulas em várias escolas da ilha.

Segundo o DSN, a lava que sai do vulcão continua a alimentar os fluxos de magma existentes, nenhum dos quais fez progressos significativos nas últimas horas.

O vulcão de La Palma está ativo desde 19 de setembro, sem que, aparentemente, se tenha reduzido a sua atividade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG