O Jogo ao Vivo

Espionagem

Snowden formalizou pedido de asilo temporário à Rússia

Snowden formalizou pedido de asilo temporário à Rússia

O advogado Anatoli Kutcherena, membro da Câmara Social junto do Presidente russo, anunciou, esta terça-feira, que Edward Snowden pediu asilo temporário à Rússia. O antigo consultor dos serviços secretos norte-americanos, mantém em perspetiva a ida para a América Latina.

O advogado Anatoli Kutcherena confirmou que o pedido de asilo temporário foi feito já esta terça-feira. Um anúncio que ocorre horas depois de Kutcherena ter revelado que Snowden ponderava dar esse passo, embora mantenha a intenção de eventualmente viajar para a América Latina, no futuro.

"Ele telefonou-me, dei várias consultas por telefone. Ele interessou-se pela nossa legislação, pelas normas sobre refugiados, decretos do Governo sobre a concessão de refúgio político temporário", declarou o advogado aos jornalistas, ainda antes de ser oficializado o pedido.

O advogado referiu ainda que, nos próximos dias, se irá encontrar pessoalmente com o ex-agente norte-americano.

"Snowden não terá problema em entregar o pedido, porque na zona de trânsito há um escritório do Serviço Federal de Imigração e não é necessário atravessar a fronteira. Tudo pode ser feito na zona neutra. Discuti com ele essa questão", acrescentou.

Anatoli Kutcherena foi um dos advogados e representantes de organizações não-governamentais (ONG) russas que, na passada quinta-feira, se encontrou com Snowden na zona de trânsito do aeroporto Sheremetievo, onde o ex-consultor se encontra desde 23 de junho.

Em conformidade com a legislação russa, quando o ex-consultor da Agência Nacional de Segurança (NSA) norte-americana entregar o pedido de asilo no Serviço Federal de Imigração, receberá um documento que lhe permitirá viver legalmente na Rússia durante a análise do processo.

PUB

Depois de o processo ser analisado pelo Serviço Federal de Imigração, Ministério dos Negócios Estrangeiros e Serviço Federal de Segurança (FSB, ex-KGB) da Rússia e receber luz verde, ele deverá ser assinado por Vladimir Putin para entrar em vigor.

Caso a resposta seja negativa, Snowden pode recorrer aos tribunais russos.

O ex-consultor é acusado pelos Estados Unidos de violar a lei de espionagem, depois de filtrar detalhes dos programas governamentais secretos de vigilância a registos telefónicos e comunicações na Internet.

A Casa Branca exige a expulsão de Snowden e a sua extradição para os Estados Unidos, de forma a ser julgado por fugas de informação confidencial sobre segurança nacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG