Austrália

Sobrevive a ataque de tubarão, nada até à costa e ainda caminha 300 metros

Sobrevive a ataque de tubarão, nada até à costa e ainda caminha 300 metros

Um surfista do sul da Austrália foi gravemente mordido por um tubarão numa praia remota, mas conseguiu escapar e nadar sozinho até à costa, andando mais 300 metros até conseguir pedir ajuda.

O incidente ocorreu este domingo, na Baía de D'Estrees, na Ilha Kangaroo. O homem de 29 anos estava a surfar quando foi surpreendido e atingido pelo tubarão.

"Foi como ser atropelado por um camião", explicou mais tarde a vítima, numa nota escrita à mão no hospital e divulgada nas redes sociais.

"Estava sentado na minha prancha quando senti um golpe no meu lado esquerdo. Mordeu-me na zona das costas, nádegas e do cotovelo e arrancou um pedaço da prancha. Vi o tubarão de relance quando nos soltou e desapareceu", conta.

Depois nadou até à costa e ainda caminhou 300 metros até ao parque de estacionamento, onde encontrou outro surfista a quem pediu ajuda. Encontraram-se com a ambulância e os socorristas a meio caminho.

PUB

De acordo com o paramédico Michael Rushby, que o tratou, aos jornalistas, o surfista sofreu cortes graves nas costas, nádegas e numa perna, "consistentes com uma grande mordida de tubarão", mas conseguiu por-se em segurança. Uma história "extraordinária" de sobrevivência, destaca.

A vítima esteve sempre consciente durante a atuação dos paramédicos. "Estabilizamo-lo na rua, tratamos os ferimentos e a dor", explicou Michael Rushby. O surfista foi depois encaminhado para o hospital.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG